loading
Guia para visitar uma sex shop. 9 dicas imprescindíveis

Guia para visitar uma sex shop. 9 dicas imprescindíveis

Entrar numa sex shop é algo estranho para muita gente. Há uma ideia de que este tipo de estabelecimentos são espaços com produtos insólitos, empregados extravagantes e clientes sinistros. Um pensamento  que não podia estar mais longe da realidade.

Uma boa sex shop é um local onde o ambiente é extremamente acolhedor. Um espaço seguro, feito para os clientes se sentirem confortáveis, tirarem todas as suas dúvidas e explorarem um novo mundo de vastos artigos sexuais. Enfim, um estabelecimento que ajuda os seus consumidores a fazerem das suas vidas um acontecimento mais feliz e realizado.

Num mundo cada vez mais digital, as compras online estão à distância de um clique. No entanto, neste caso, a compra física é uma experiência que vale verdadeiramente a pena. Não só porque é possível conversar com os assistentes sobre todas as questões e dúvidas existentes a respeito dos produtos e a sua forma de utilização, mas também porque é possível ver e tocar em tudo “in loco”. Afinal de contas, no online ainda não conseguimos sentir a vibração de um vibrador.

A equipa da Flame Love Shop, após largos anos de experiência a lidar com todo o tipo de clientes, preparou 9 dicas para tirá-la do sofá e conduzi-la numa visita fantástica a uma sex shop – a 2 e a 9 são as nossas preferidas. Depois de ler o guia da Flame já não tem nenhuma razão para que a vergonha tome conta de si.

Se estiver em dúvida sobre qual o estabelecimento a visitar, aproveitamos para a convidar a conhecer a nossa encantadora loja, localizada no concelho de Almada.

 

1 – Traga companhia

Ir acompanhada torna a visita mais descontraída. Seja com namorado(a), amigo(a), familiar, etc., é provável que com companhia nos sintamos mais confortáveis. Ficamos mais comunicativas, mais soltas para tirar dúvidas e podemos rir em conjunto dos vários artigos estranhos da loja. Para além do mais, ajudamo-nos mutuamente a escolher os produtos.

Se for do tipo de pessoa que prefere comprar sozinha, fique sabendo que também é comum. Na Flame atendemos muitos clientes que não trazem ninguém consigo.

 

2 – Sinta-se à vontade para tocar

Quando vamos a uma loja de bicicletas ou de mobiliário é natural que toquemos no produto para perceber exactamente as suas valências físicas e a sua constituição. Numa sex shop o princípio é o mesmo: sinta-se à vontade para tocar nos artigos sexuais e olhe para eles como um produto igual aos outros. Toque nos vibradores em exposição para sentir a sua consistência e o seu tamanho; se tiverem botões ligue-os para perceber qual a potência do artigo.

O que queremos é que faça a compra o mais adequada possível às suas necessidades.

 

3 – Pergunte tudo o que quiser

Vergonha é das primeiras palavras que assolam os pensamentos de muita gente que pensa entrar numa sex shop. A função dos assistentes da loja é ajudar os clientes e estes estão habituados a lidar com pessoas muito diferentes. Por isso, faça todo o tipo de questões, exponha todas as suas dúvidas e não hesite em pedir a opinião do assistente sobre quais os produtos mais adequados.

Lembre-se: não existem perguntas ingénuas ou estranhas, existem dúvidas legitimas que qualquer consumidor pode ter.

 

4 – Faça uma pesquisa prévia

Chegar à loja com alguma pesquisa feita (por exemplo online) é um método com vários pontos positivos: fica mais familiarizado com termos chave dos seus produtos, percebe quais os artigos de melhor e pior qualidade e compreende com mais facilidade as características dos produtos. Assim, chega ao estabelecimento mais certo do que vai comprar, com menos nervosismo e mais segurança.

Contudo, se aparecer sem grande ideia concreta do que quer, não se preocupe. O assistente terá todo o prazer de tornar a sua experiência de compra o mais descontraída e eficaz possível.

 

5- Não aos julgamentos

Entrar numa sex shop é como entrar num outro estabelecimento qualquer. Se não julga o vestido vermelho de que não gosta ou o jovem que está ao seu lado na livraria a escolher um livro, também não vai julgar aqueles produtos que considera completamente estranhos e esquisitos ou as pessoas que estão próximas de si a escolher algum artigo. O respeito pelas preferências e fetiches sexuais dos outros é desejado e quaisquer comentários de troça não são bem-vindos.

Quem frequenta uma sex shop de forma habitual irá encarar-la de modo completamente normal - tal como você encara a sua vizinha quando se encontram na mercearia.

 

6 – Pode entrar e não comprar

Muitas vezes pode sentir-se impelida a entrar numa sex shop apenas pela curiosidade. Fique à vontade para desfrutar da loja somente com o intuito de exploradora e não de compradora. Os assistentes encarregar-se-ão de satisfazer toda essa curiosidade, respondendo às sua questões e até aconselhando produtos.

 

7 – Rir é natural

É um facto que muitos produtos são invulgares e engraçados. E quando em contacto com estes produtos é muito normal os clientes terem vontade de rir. Não há nada de anormal nisso, até ajuda a criar um ambiente mais descontraído.

Os assistentes estão muito habituados a essas reações, por isso não vão levar a mal podendo até interagir consigo e rir-se também.

A toda esta boa disposição está implicita uma dose de respeito, isto é, se o riso for num tom de troça é dispensável.

 

8 – Há alguma coisa para todos

É normal pensarmos numa sex shop como tendo apenas aqueles produtos que nos chegam mais facilmente ao imaginário: vibradores, potenciadores,  lingerie, etc. Contudo, estes são um grão de areia na praia dos artigos de cariz sexual: jogos eróticos, mobiliário BDSM, tangas comestíveis... Há de tudo um pouco!

O importante é esquecer os rótulos e preconceitos e lembrar-se que os assistentes já ouviram todos os pedidos possíveis. Por isso, irão ajudá-la a encontrar exactamente aquilo que precisa.

 

9 – Volte sempre

Não pense na sex shop como um estabelecimento para visitar apenas uma vez na vida, mas como um local para fazer compras e tirar dúvidas regularmente. A sua presença é sempre desejada e teremos todo o gosto em ajudá-la a encontrar os melhores produtos para uma noite e/ou um dia muito bem passados.

Uma coisa podemos garantir-lhe: depois de entrar não vai conseguir sair.

 

 

Teremos todo o gosto em convidá-la a visitar a nossa loja em Almada. Localiza-se no Largo Filinto Elísio nº 11ª, junto ao Museu da Cidade de Almada. E já sabe: acabe com a vergonha, no fundo uma sex shop é um local feito para distribuir felicidade.